Google+ Followers

Seguidores

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

4º Trim. 2014 - JUNIORES - Lição 7: A Igreja sou eu e mais...

4º Trim. 2014 - JUNIORES - Lição 7: A Igreja sou eu e mais...
PORTAL ESCOLA DOMINICAL
JUNIORES – CPAD
4º Trimestre de 2014
Tema: Em que acreditamos?
Comentaristas: Miriam Reiche e Luciana Alves de Souza



LIÇÃO 7 – A IGREJA SOU EU E MAIS ...  


TEXTO BÍBLICO: Atos 2.42-47


OBJETIVO
Professor (a) ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a compreender a diferença entre a igreja local e a que é a noiva de Jesus, que irá ser arrebatada.


EXERCITANDO A MEMÓRIA
“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do SENHOR!” (Sl 122.1 – ARC)

A casa do SENHOR é um local onde os crentes autênticos desfruta com muita alegria da intima Presença do Deus, e da comunhão do Espírito Santo e união com os irmãos na fé.

CRESCENDO NO CONHECIMENTO
Inicie a aula explicando aos pequenos qual o significado das seguintes palavras: igreja, denominação e universal

Igreja – a Igreja é composta por todas as pessoas que pela fé, aceitam a salvação que é a nos efetuada através do sacrifico (substituto) de Nosso Senhor Jesus Cristo, substituto porque Ele morreu em nosso lugar, para com o seu sangue nos libertar do poder das trevas (o pecado).
A igreja autentica de Nosso Senhor Jesus Cristo, tem a Bíblia, a Palavra de Deus, como sua única regra de fé e prática.

Denominação – grupo de pessoas, que se acham unidas pelos mesmos artigos de crença e prática. As denominações surgiram por causa de divergências doutrinarias, administrativas e de costumes.

Universal – que abrange o mundo todo.

Igreja, vemos esta palavra por toda a parte, mas seu significado é freqüentemente muito diferente. Algumas pessoas usam “igreja” para descrever um belo edifício no centro de uma praça proeminente. Outros a usam para descrever uma organização religiosa mundial, completa com regiões, distritos e dioceses. As definições confusas de igreja, em nosso tempo, muitas vezes vedam o significado original desta palavra quando aplicada, no Novo Testamento, ao povo de Deus. Nesta lição examinaremos brevemente o significado de “igreja” na Bíblia.

Igreja é um edifício construído com blocos e cimento? Não. É um edifício construído com pedras vivas. "Também vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por intermédio de Jesus Cristo" (1 Pe 2.5).

Estas pedras vivas são chamadas santos e são membros da família de Deus: "Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular; na qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor, no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito" (Ef 2.19-22).

A palavra grega traduzida como "igreja" significa literalmente "chamado para fora, chamado", e assim se refere a um grupo de pessoas chamado para sair fora do pecado do mundo para servir ao Senhor. A igreja não é nenhum tipo de instituição ou objeto impessoal. É um corpo constituído de componentes vivos.

Como um organismo vivo, a igreja pode sentir medo (At 5.11), pode orar (At 12.5) e pode falar (Mt 18.17). Pessoas que são chamadas para saírem do pecado não continuam participando do mal do mundo, porque elas estão santificadas ou separadas do pecado (estude Jo 17.14-23; Cl 1.13; 1 Pe 2.9; 1 Jo 4.5-6).

Deus chama o povo para deixar o mal deste mundo através da mensagem do evangelho (2 Ts 2.13-14). Aqueles que são convertidos verdadeiramente a Cristo são chamados santos (1 Co 1.2; Cl 1.1-2).

Entender o conceito bíblico de igreja como um corpo de pessoas chamadas para fora do pecado, para serem santos, ajuda-nos a apreciar a riqueza da descrição de Paulo, da "Igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue" (At 20.28).

Jesus não morreu para comprar terra e edifícios, nem para estabelecer alguma instituição. Ele morreu para comprar as almas dos homens e mulheres que estavam mortos no pecado, mas que agora têm salvação e esperança de vida eterna (Rm 5.8; 1 Co 6.19-20).

A Igreja Universal e a Igreja Local
Algumas vezes a Bíblia usa a palavra "igreja" no sentido universal, isto é, para falar de todo o povo que pertence a Cristo, não importa de onde ele possa ser. Jesus falou da igreja deste modo: "Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mt 16.18).

Ele não está falando apenas de uma congregação local, nem está falando de uma organização ou instituição mundial. Ele está falando de pessoas, pedras vivas, construídas sobre Jesus Cristo, a fundação sólida. Paulo falou da igreja, neste mesmo sentido universal, quando escreveu:
". . . Cristo é o cabeça da Igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo" (Ef 5.23).

Jesus é cabeça sobre todos aqueles que o servem, todos aqueles lavados e purificados de seus pecados (Ef 5.26).

Na Bíblia, freqüentemente, a palavra "igreja" é usada para descrever uma congregação local ou assembléia de santos. Note uns poucos exemplos:
". . . à igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados para serem santos . . ." (1 Co 1.2);

" E, se ele não os atender, dize-o à igreja; e, se recusar ouvir também a igreja, considera-o como gentio e publicano" (Mt 18.17);

". . . saudai igualmente a igreja que se reúne na casa deles" (Rm 16.5). Igrejas locais são o resultado da pregação do evangelho. Quando as pessoas obedecem a palavra e se tornam cristãos, elas começam a se reunir com outros irmãos na fé.

Muitas pessoas sugerem que a "igreja universal" (que abrange ao mundo todo) é constituída de todas as congregações locais do mundo. Isto não é um conceito bíblico. Umaigreja local consiste de cristãos que se reúnem num corpo local. Eles podem ser identificados e contados (Rm 16.14,15; 1 Co 16.19; Cl 4.15). Aigreja universal consiste de todos os discípulos de Cristo em todo o mundo. Nenhum homem é capaz de identificar e contar todos os membros deste corpo universal. Tentativas de contar todos os verdadeiros cristãos em uma nação ou no mundo ilustram a ignorância e a vaidade dos homens. Somente Deus pode contar e identificar seus primogênitos "arrolados nos céus" (Hb 12.23).


A Igreja: Organismo, não Organização
A igreja é uma organização? Muitas pessoas têm a noção errada de que a igreja é uma organização ou instituição, independente do povo que compõe a igreja. Este não é o conceito bíblico de igreja. Jesus não morreu para estabelecer uma instituição, mas para salvar o povo do pecado (At 20.28; 1 Co 6.20). Jesus e o Pai não habitam numa organização, mas no povo que os obedece (Jo 14.15, 23).

Em vez de falar de uma organização, a Bíblia descreve a igreja como um corpo composto de membros vivos (Rm 12.4-5; 1 Co 12.12-27; Cl 1.8,24; Ef  5.23). Estes membros do corpo são espiritualmente descritos como blocos ou pedras usados na construção da igreja espiritual (1 Co 3.10-15).

Descrições Bíblicas da Igreja que Pertence a Jesus
A Bíblia não usa um único nome exclusivo para a igreja. É errado, portanto, insistirmos num único nome que todas as igrejas fiéis tenham que usar. Muitas passagens falam simplesmente da igreja, algumas vezes identificando o local (cidade ou casa) onde o grupo de cristãos se reunia. Portanto, podemos nos referir à igreja simplesmente como"a igreja" (At 8.1; 9.31; Rm 16.1).

Freqüentemente, as descrições da igreja no Novo Testamento mostram a relação que existe entre o SENHOR e Sua igreja. A igreja pertence a Deus, e é freqüentemente chamada"a igreja de Deus" (veja At 20.28; 1 Co 1.2; 10.32; GL 1.13; 1 Tm 3.5,15). Jesus derramou seu sangue para comprar a igreja. Portanto, Paulo falou de"igrejas de Cristo" (Rm 16.16) e Jesus falou de sua própria igreja (Mt 16.18). O povo de Deus pode ser corretamente descrito como a "igreja dos primogênitos arrolados nos céus" (Hb 12.23).

Consideremos o significado de descrições bíblicas comuns da igreja.
  1. O Corpo de Cristo (Cl 1.24; Ef 1.22-23; 4.12). Assim como o corpo humano não pode sobreviver separado da cabeça, não podemos viver sem nossa cabeça, Jesus Cristo (Ef 5.23; Cl 1.18). Discípulos de Jesus são membros do corpo (Rm 12.4-5; 1 Co 12.12-27; Ef 3.6; 4.16; 5.30).

  1. O Reino de Deus ou Reino dos Céus(Mt 3.2; 4.17; Lc 4.43; At 8.12; 19.8; 20.25; 28.23, 31). A idéia de reino ressalta a posição de autoridade do rei (veja 1 Co 4.20; Hb 1.8; 12.28-29; Mt 28.18-20; Ap 12.10). O reino de Cristo não é deste mundo (Jo 18.36). Em vez de ser uma entidade política e mundana, a igreja é um reino espiritual assentado no caráter santo de Deus. Podemos entrar no reino somente quando formos transformados espiritualmente (Cl 1.13). Como servos do Rei, temos que desenvolver as características espirituais de nosso SENHOR (Tg 2.5), incluindo sua humildade e inocência (Mc 10.14-15) e sua santidade (1 Co 6.9-10; Gl 5.19-21)

  1. A Casa de Deus(1 Tm 3.15) não é um edifício material, mas o santuário e a habitação do SENHOR (Ef 2.21-22). É um edifício espiritual (1 Pe 2.5).

  1. O Rebanho de Deus (At 20.28). Jesus é o bom Pastor que deu sua vida pelas ovelhas (Jo 10.11). As ovelhas ouvem sua voz e o seguem para receber a vida eterna (Jo 10.27-28).


APLICAÇÃO DA LIÇÃO
Prezado (a) enfatize aos pequenos que a igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, só é igreja quando vive em unidade, um corpo. A unidade dos salvos é baseada no nome e na doutrina de Cristo. Devemos fazer tudo pela autoridade de Jesus ou em seu nome (Cl 3.17). "Não há salvação em nenhum outro . . . nome" (Atos 4:12).

Esta unidade é possível somente quando falamos e pensamos a mesma coisa, que é a doutrina de Cristo (1 Co 1.10). Quando os homens começam a seguir outros homens, perdem a unidade com Cristo e seu povo (1 Co 1.11-13). Divisões e contendas acontecem na igreja, em parte, porque algumas pessoas se identificam somente com nomes humanos. Paulo argumentou que deveríamos identificar-nos somente com o Senhor que servimos. Jesus foi crucificado por nós e somos batizados em Seu Nome. Jesus, e não em nome de homem algum. Somente o Senhor Jesus é nosso Salvador, é Dele que nos provém salvação, e Ele merece nossa dedicação e honra. Os verdadeiros seguidores de Deus são parte da igreja que pertence a Jesus, e todos aqueles que amam a Cristo e o servem, traz em si o caráter Dele, por isso são chamados de seus amigos (Jo 15.15).
Que privilégio pertencer a Igreja de nosso Senhor Jesus Cristo.

 Professor (a) convide os pequenos que ainda não fazem parte desse corpo a igreja, para receberem esta dádiva, a salvação por meio de Jesus Cristo. Faça uma oração com eles. Lembre-se que um dos objetivos da Escola Dominical é salvação. Cada aluno deve ser conduzido a salvação.


Fontes Consultadas:
·         Bíblia de Estudo de Aplicação Pessoal – Editora CPAD – edição 2003
·         Bíblia de Estudo Plenitude – SBB/1995 – Barueri/SP
·         Bíblia de Estudo Pentecostal – Editora CPAD – Edição 2002.
·         Bíblia Shedd – Editora Mundo Cristão – 2ª Edição
·         365 Lições de vida extraídas de Personagens da Bíblia - Rio de Janeiro Editora CPAD
·         Richards – Lawrence O. – Guia do leitor da Bíblia – Editora CPAD – 8ª Edição/2009
·         Angelologia – Ministério Ide – Volume I

 http://www.portalebd.org.br/classes/juniores/item/3628-juniores.html
Colaboração para Portal Escola Dominical – Profª. Jaciara da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário