Google+ Followers

Seguidores

terça-feira, 11 de novembro de 2014

4º Trim. 2014 - Lição 7 - Integridade em tempos de crise V

4º Trim. 2014 - Lição 7 - Integridade em tempos de crise V
PORTAL ESCOLA DOMINICAL
QUARTO TRIMESTRE DE 2014
INTEGRIDADE MORAL E ESPIRITUAL: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje
COMENTARISTA: ELIENAI CABRAL
COMENTÁRIOS- SUPERINTENDÊNCIA DAS EBD'S DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS EM RECIFE/PE


LIÇÃO 07 – INTEGRIDADE EM TEMPOS DE CRISE - 4º TRIMESTRE 2014 
(Dn 6.3-5,10,11,15,16,20)
INTRODUÇÃO
O profeta Daniel foi um homem de Deus íntegro e um funcionário excelente e fiel. Sua dedicação e capacidade
despertavam inveja por parte daqueles que trabalhavam com ele, mas que não suportavam sua prosperidade. Esses tais,
tramaram a morte do homem de Deus, incitando o rei a criar um decreto que lhe proibisse orar ao Deus do céu. Para
Daniel, era preferível morrer que viver sem orar. Logo, por não obedecer ao decreto real, o profeta judeu foi lançado
numa cova com leões para ser morto, todavia, o seu Deus, proporcionou-lhe um grande livramento.
I – DEFINIÇÃO DA PALAVRA INTEGRIDADE
O dicionário Aurélio diz que esta palavra significa: “qualidade de íntegro; inteireza. Retidão, imparcialidade.
Inocência, pureza, castidade” (FERREIRA, 2004, p. 1116). “A integridade refere-se a higidez (saúde) moral, a condição
daqueles que são possuidores de um autêntico caráter moral, em contraste com aqueles cuja natureza inclui o engodo, a
astúcia e a malícia. O trecho de Gn 25.27 faz a comparação entre Jacó e Esaú. Jacó aparece ali como um homem integro;
mas Esaú descrito como um homem dotado de habilidades violentas. Em Tito 2.7, a palavra grega aphthoria (palavra que
só se acha por uma vez em todo o Novo Testamento), que nossa versão portuguesa traduz por “integridade”, em algumas
outras versões aparece como “incorruptibilidade” ou “sanidade”. Ali, essa virtude aparece como uma das qualidades que
os líderes das igrejas cristãs devem possuir. Com toda a razão, podemos pensar que temos aí um aspecto do fruto do
Espírito Santo em nossas vidas, embora, tal virtude não seja especificamente mencionada na lista de Gálatas 5.22,23. Mas
Jesus ensinou claramente esse principio, conforme se vê em Mt 6.1-6. Para nós, povo de Deus, a integridade envolve a
honestidade a retidão, a higidez de caráter e uma espiritualidade da mais pura qualidade que evita e foge da corrupção”
(CHAMPLIN, p. 347, 2004 – acréscimo nosso).

 http://www.portalebd.org.br/classes/jovens-e-adultos/item/3615-4%C2%BA-trim-2014-li%C3%A7%C3%A3o-7-integridade-em-tempos-de-crise-v.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário